Whey Protein – O que é, para que serve, qual a melhor?

Whey ProteinO que é o Whey Protein?

As proteínas dietéticas estão divididas em dois tipos de proteínas: as proteínas completas, que incluem todos os aminoácidos essenciais nas quantidades exatas requeridas pelo corpo para o crescimento, e as proteínas incompletas, que são deficientes em um ou mais aminoácidos essenciais.

A deficiência de algum aminoácido essencial pode prejudicar funções metabólicas importantes, que são necessárias para a reparação e manutenção de todos os tecidos do corpo, incluindo o tecido muscular.

Whey Protein é uma dessas proteínas completas. De fato, ela é a melhor fonte de proteína que você pode encontrar. A Whey Protein é filtrada durante o processo de criação dos queijos.

Quando falamos de whey (ou soro de leite), na verdade, estamos nos referindo a uma proteína complexa constituída de muitas sub-frações de proteínas menores, como a beta-lactoglobulina, alfa-lactoalbumina, imunoglobulinas, glicomacropéptidos, peptídeos de soro de albumina e peptídeos menores, tais como lactoperoxidases, lisozima e lactoferrina. Cada uma das sub-frações encontradas no soro de leite tem suas próprias propriedades biológicas únicas.

Ao longo das últimas décadas, os suplementos de whey protein sofreram uma evolução. Atualmente, existem várias fórmulas de whey protein com diferentes graus de concentração, sendo possível apresentar produtos com elevado grau de pureza.

 

Para que serve / Benefícios da Whey Protein

Um grande número de pesquisas tem encontrado vários benefícios da proteína do soro de leite a nível da saúde. Ela possui um elevado potencial de melhorar o sistema imunológico, pois contribui para a produção de glutationa, o mais poderoso antioxidante do organismo. Ela também é responsável pela produção de anti-corpos.

A Whey Protein também contribui para a produção de neurotransmissores, podendo aumentar os níveis de serotonina no cérebro e promover o relaxamento. Ela é necessária para a produção de hormonas importantes, como a insulina, a testosterona e o estrogênio.

Mas, sem dúvida, ela é mais procurada por seus efeitos nos ganhos de massa muscular. A proteína é necessária para os músculos. Eles são constituídos pelos aminoácidos que compõem a proteína. Imagine que seu corpo é uma casa. Os aminoácidos é como se fossem os tijolos que permitem construí-la.

A Whey Protein é especialmente boa para o desenvolvimento muscular pois contém uma grande quantidade de BCAA, os principais aminoácidos pela reparação e manutenção do tecido muscular. Ela contém igualmente uma elevada quantidade de glutamina, que ajuda na recuperação pós-treino.

 

Benefícios da Whey Protein

 

Whey Protein acelera recuperação muscular

Numa pesquisa publicada no Journal of the International Society of Sports Nutrition, 15 atletas de força foram divididos entre dois grupos: o da whey protein e o do placebo. Os indivíduos do grupo da whey protein consumiram 42gr de whey 10 minutos antes do treino e novamente 15 minutos após.

O treino consistiu em quatro séries de agachamentos, deadlift e afundos com barra. Os resultados desta pesquisa indicaram que os indivíduos que consumiram o suplemento de whey protein antes e depois do treino melhoraram de forma significativa a recuperação muscular pós-treino do que aqueles que consumiram o placebo.

 

Whey Protein aumenta a perda de gordura e previne catabolismo

Numa pesquisa realizada com obesos, durante 12 semanas, a dieta de todos os participantes teve um défice de 500 calorias em relação às suas necessidades calóricas diárias. Aqueles que tomaram o suplemento de whey protein conseguiram perder mais gordura e preservar mais massa muscular do que os que consumiram uma bebida placebo.

 

Whey Protein melhora desempenho e aumenta força

Numa pesquisa publicada no Journal of Strength & Conditioning Research, alguns indivíduos consumiram um suplemento de leucina e whey protein durante 8 semanas. Os resultados indicaram que a suplementação com leucina e whey protein proporcionou um maior efeito ergogênico no ganho de força e de resistência, em comparação com o consumo de carboidratos ou um placebo.

 

Whey Protein diminui “mau colesterol”

O whey protein concentrado pode ser um potente inibidor da oxidação da lipoproteína de baixa densidade (LDL, conhecido como o “mau colesterol”). A investigação atual sugere que a conversão de LDL para LDL oxidado é o gatilho que leva à formação de placa e lesões associadas com a aterosclerose. Portanto, qualquer substância que impede a oxidação do LDL é considerada anti-aterogénica.

Como é possível verificar, a whey protein tem inúmeros benefícios para a prática desportiva e pode também ajudar a fortalecer a saúde cardiovascular. É por essa razão que atletas de todo o mundo consomem whey protein.

 

Qual a melhor Whey Protein?

Esta é uma das perguntas que não pode ser respondida simplesmente indicando um suplemento de whey protein da marca X. A verdade é que o “melhor suplemento” depende de diversos fatores que devem ser considerados quando vai comprar um whey.

Perguntas que deve fazer para você mesmo: estou em fase de cutting, bulking ou normal? Quando irei tomar meu whey protein: de manhã, antes do treino, depois do treino? Tenho algum tipo de alergia ao açúcar do leite ou a algum adoçante artificial?

Se você se encontra em fase de cutting, o melhor será optar por um whey sem carboidrato e gordura (isolado ou hidrolisado). Se está em bulking, as quantidades desses macronutrientes passam a ser mais irrelevantes.

Se vai tomar seu whey de manhã, um whey protein concentrado ou isolado são suficientes para tirar o corpo do estado de catabolismo. Se tomar seu whey antes do treino, opte pelo concentrado. Se tomar depois do treino, as melhores opções são o whey protein isolado ou hidrolisado.

Se é alérgico à lactose, pode tomar whey protein isolado ou hidrolisado, ambos sem açúcar.

Outro fator a ter em consideração na escolha de um whey é seu perfil de aminoácidos. Quanto maior a quantidade de aminoácidos essenciais que a whey fornece, melhor, especialmente BCAAs e glutamina.

Resumindo, as opções são várias. O mercado está repleto de marcas e suplementos de whey protein. A escolha final cabe a si.

 

Referências:
– J Int Soc Sports Nutr. 2008; 5(Suppl 1): P6
– Nutr Metab (Lond). 2008; 5: 8
– J Strength Cond Res. 2006 May;20(2):284-91
– Br J Nutr. 2010 Sep;104(5):716-23

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.